Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube     Siga-nos por RSS
 
    Início    Noticias
Ecossistema Poltico-Empresarial
04 Jan 2014
Ecossistema Poltico-Empresarial
Ecossistema Poltico-Empresarial

Um ecossistema

POLÍTICO-EMPRESARIAL

PORTUGAL 1975-2013

Esta é uma vi­su­a­li­zação in­te­ra­tiva das re­la­ções de mem­bros de Go­vernos de Por­tugal com em­presas e grupos para o pe­ríodo de 1975 a 2013. O tempo da vi­su­a­li­zação não re­pre­senta uma es­cala cro­no­ló­gica-em vez disso pre­feriu-se re­pre­sentar todos os po­lí­ticos e em­presas ao mesmo tempo para des­tacar o trân­sito fre­né­tico de po­lí­ticos por entre em­presas.

O uni­verso dos dados é abor­dado como um ecos­sis­tema-um con­junto de re­la­ções de in­ter­de­pen­dên­cias que são re­gu­ladas por con­di­ções fí­sicas, em que cada po­lí­tico tem uma sequência de em­presas para vi­sitar, per­se­guindo-as e sal­tando entre elas para re­co­meçar a sequência de cada vez que a com­pleta.


FORMA

As em­presas são cír­culos com área pro­por­ci­onal ao nú­mero de po­lí­ticos que ti­veram um cargo nela du­rante o pe­ríodo 1975-2013. Desta forma os cír­culos mai­ores re­pre­sentam em­presas por onde pas­saram mais po­lí­ticos.

Os po­lí­ticos são si­mu­lados como or­ga­nismos vivos, tendo uma série de em­presas a vi­sitar e cir­cun­dando cada uma por uma quan­ti­dade de tempo pro­por­ci­onal à du­ração de um cargo es­pe­cí­fico na­quela em­presa. A cor de cada po­lí­tico re­flete a úl­tima afi­li­ação par­ti­dária que se con­se­guiu de­ter­minar. Nos casos em que isso não foi pos­sível, são cin­zentos.

ana­tomia de um po­lí­tico está re­la­ci­o­nada com o nú­mero de com­pa­nhias únicas que tem de vi­sitar como mostra a imagem se­guinte.

Anatomia dos políticos

EXPLORAÇÃO

Para além de vi­su­a­lizar todas as re­la­ções deste ecos­sis­tema si­mul­ta­ne­a­mente, é também pos­sível ex­plorar uni­versos de trá­fego de pri­meira ordem.

Cli­cando numa em­presa, isola-se o ecos­sis­tema dessa em­presa, mos­trando apenas os po­lí­ticos que ti­veram um cargo nessa em­presa e todas as em­presas que também ti­veram esses po­lí­ticos or­bi­tando em torno da em­presa se­le­ci­o­nada.

Cli­cando num po­lí­tico vi­su­a­liza-se o seu per­curso por entre em­presas, assim como se acedem aos cargos po­lí­ticos e res­pe­tivas afi­li­a­ções par­ti­dá­rias.

DADOS

Os dados são quase na to­ta­li­dade re­ti­rados do es­tudo «Po­lí­tica e Ne­gó­cios» feito para o do­cu­men­tário «Donos de Por­tugal» de Jorge Costa. Como se lê no es­tudo, o grupo de pes­soas abor­dadas re­pre­senta apenas uma amostra da di­mensão real do trân­sito entre cargos go­ver­na­tivos e ór­gãos so­ciais de grandes em­presas ou grupos eco­nó­micos.

A pes­quisa em «Po­lí­tica e Ne­gó­cios» vai até me­ados de 2010 e in­cidiu apenas sobre mi­nis­tros e se­cre­tá­rios de Es­tado, pre­do­mi­nan­te­mente de se­tores es­tra­té­gicos (fi­nanças, eco­nomia e obras pú­blicas). Esta pes­quisa foi com­ple­men­tada com uma in­ves­ti­gação sobre a con­ti­nui­dade dos cargos até fins de 2013. Em adição a estes foram adi­ci­o­nados po­lí­ticos con­tem­plados no «Es­tudo ex­plo­ra­tório sobre as li­ga­ções po­lí­ticas das em­presas co­tadas em Por­tugal» (em actas da con­fe­rência XV En­contro Aeca, Ofir-Es­po­sende, 2012) e mais uma mão cheia de ou­tros que con­si­de­rámos re­le­vantes mas que ti­veram sempre cargos go­ver­na­men­tais de des­taque (se­cre­tário de es­tado, mi­nistro, pri­meiro-mi­nistro).

Deve-se des­tacar que a in­for­mação re­co­lhida provém de in­for­mação pú­blica sobre a cons­ti­tuição dos ór­gãos so­ciais das em­presas, de re­la­tó­rios de contas pú­blicos, de cur­rí­culos pú­blicos e al­gumas no­tí­cias na im­prensa on­line. Este tra­balho re­sultou na re­colha de mais de 110 po­lí­ticos e mais de 350 em­presas que vão sendo adi­ci­o­nados ao sis­tema assim que con­fir­mamos as pes­quisas. Ra­ti­fi­ca­ções e su­ges­tões sobre al­guma en­trada nos dados podem ser feitas para eco@​pmcruz.​com.

AUTORIAS

O meu nome é Pedro Mi­guel Cruz, gosto de dar forma às coisas e esta é a forma que dei a este as­sunto. Sou es­tu­dante de dou­to­ra­mento na Uni­ver­si­dade de Coimbra no CDV-CISUC. A Cátia Costa, também membro do CDV Lab, passou pelo mar­tírio in­dis­pen­sável, com rigor, per­se­ve­rança e te­na­ci­dade, de in­ves­tigar, es­crever e ra­ti­ficar quase 9000 li­nhas de dados. Sem o meu ori­en­tador, Pe­nousal Ma­chado, este tra­balho não teria a sua forma atual, nem tinha sido pos­sível pelo menos não na posse da sa­ni­dade mental a que agora me dis­ponho. Um obri­gado ao Ale­xandre Matos e ao João Bicker pelos ve­tores va­li­o­sís­simos.

BIBLIOTECAS

Os prin­ci­pais ali­cerces desta apli­cação são as muito boas bi­bli­o­tecas mi­ni­maissketch.​js e Coffee Phy­sics do Justin Windle. Ou­tras se se­guem: has.​jsdev­bridge/jQuery-Au­to­com­pletenanoScroller.​jsharthur/color.​jssole/tween.​js,Hyphenator.​js.

CONTACTO

eco@pmcruz.com



Poderá apreciar esta aplicação interactiva em http://pmcruz.com/eco/ 


 
 
Porto
Rua Breiner, 259, 1º
4050-126 Porto
T + 351 222 076 620 | F + 351 222 052 216
geral@sinapsa.pt
Lisboa
Escadinhas da Barroca, 3 - A
1150-062 Lisboa
T + 351 218 861 024 | F + 351 218 861 024
lisboa@sinapsa.pt
Coimbra
Rua Padre Estevão Cabral, 120, 1º Sala 101
3000-117 Coimbra
T + 351 239 842 515 | F + 351 222 052 216
coimbra@sinapsa.pt
Copyright SINAPSA | 2014 | Sindicato Nacional dos Profissionais de Seguros e Afins | Desenvolvido por Portugal Interactivo