Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube     Siga-nos por RSS
 
Pelo direito manuteno do posto de trabalho
11 Dez 2020
Pelo direito  manuteno do posto de trabalho
Pelo direito manuteno do posto de trabalho


Moção aprovada na Concentração de Trabalhadores junto às instalações da GENERALI SEGUROS em Lisboa.




MOÇÃO

 

Pelo direito à manutenção do posto de trabalho

 

Num contexto de enorme flagelo social em que estão mergulhados o país e o mundo, a GENERALI, na sequência do processo de compra da TRANQUILIDADE, promove um despedimento coletivo que coloca mais trabalhadores no desemprego, criando-lhes uma situação ainda mais difícil, para si e para as suas famílias.

Esta atitude revela o modo como os trabalhadores são apenas o instrumento de remuneração do capital dos capitalistas que, ao investirem na compra da TRANQUILIDADE somente pretendem especular usando a vida dos trabalhadores para esse objectivo. Os trabalhadores, esses, representam para o capital custos fixos que é necessário eliminar para alimentar os lucros do capital, nomeadamente à custa do aumento do ritmo de trabalho dos que por agora permanecem.

Os estilhaços do BES ainda se fazem sentir nos trabalhadores desta seguradora. Os processos de despedimento ou de "rescisões amigáveis", com costumam dizer para esconder a violência social do desemprego, têm sido muitos. Só este ano, 2020, foram despedidos mais de 40 de trabalhadores, a que se juntam agora varias dezenas de outros trabalhadores que, de um dia para o outro, vêem sua situação económica e social degradar-se.

Tendo em conta que as companhias de seguros são empresas que actuam na comunidade e para a comunidade, é condenável ausência de Responsabilidade Social demonstrada pela GENERALI, que em lugar de garantir postos de trabalho promove despedimentos, sem que se conheça qualquer plano de reestruturação da empresa que justifique a decisão tomada, quando o sector segurador, no 1.º semestre de 2020, obteve lucros de 199 milhões de euros.

Neste sentido, o SINAPSA condena veementemente a irresponsabilidade demonstrada pela GENERALI e exige que a empresa assegure os postos de trabalho de todos os trabalhadores e que desista de promover o despedimento colectivo.

Pela Defesa dos Postos de trabalho. Pela Afirmação do Direito ao trabalho. Pela Promoção do Bem-estar de todos os trabalhadores.


Lisboa, 11 de Dezembro 2020  

 
 
Porto
Rua Breiner, 259, 1º
4050-126 Porto
T + 351 222 076 620
M + 351 918 036 117
geral@sinapsa.pt
Lisboa
Rua Cidade de Liverpool, 16 C R/C Dto
1170-097 Lisboa
T + 351 218 861 024
M + 351 917 562 454
lisboa@sinapsa.pt
Descarregue a nossa APP
App Store
Google Play
Newsletter

Copyright SINAPSA | 2020 | Sindicato Nacional dos Profissionais de Seguros e Afins | Desenvolvido por Portugal Interactivo